CNTM e UAW fecham acordo internacional de cooperação de lutas metalúrgicas

Na abertura do 4º Encontro Internacional de Montadoras, em Piracicaba, na segunda, 14  de agosto, a Confederação Nacional dos Trabalhadores Metalúrgicos (CNTM) e o UAW (United Auto Workers – Sindicato que representa os metalúrgicos nos Estados Unidos) fecharam um acordo internacional de cooperação de lutas metalúrgicas.

O presidente da CNTM, Miguel Torres, defende a união desta parceria de longa data: “A exploração capitalista é global, portanto a defesa da classe trabalhista também precisa ser globalizada. Vamos CNTM e UAW atuar em conjunto em campanhas globais pelos direitos trabalhistas dos metalúrgicos do Brasil e dos Estados Unidos, contra as práticas antissindicais, por melhorias nos ambientes de trabalho, em defesa da saúde do trabalhador, da mulher metalúrgica e do jovem trabalhador e pelo desenvolvimento industrial e do setor automotivo”.

Paulo Pissinini, da Força Sindical Paraná

Paulo Pissinini, representante da Força Sindical Paraná, foi um dos palestrantes. Pissinini falou com os presentes sobre o engajamento dos trabalhadores no chão de fábrica. “Além do engajamento no chão de fábrica, falamos também sobre o envolvimento da comunidade, pois com a reforma trabalhista os sindicatos devem ser mais dinâmicos e participarem ainda mais da vida dos trabalhadores e trabalhadoras além do chão de fábrica”, explica.

4º Encontro Internacional de Montadoras – realizado nos dias 14, 15 e 16 de agosto, com palestras no Occitano Apart Hotel, rua Marcelo Vacchi, 100, Morumbi, Piracicaba/SP.

Temas:

Análise de Conjuntura EUA e Brasil

Ataques globais nos direitos básicos trabalhistas e cumprimento das leis

Políticas industriais nos EUA e Brasil

O evento é uma iniciativa do Sindicato dos Metalúrgicos de Piracicaba, UAW, CNTM e Força Sindical e contará com dirigentes dos metalúrgicos de São Paulo, Catalão, Anápolis, Curitiba, São Caetano do Sul, Gravataí, Resende e Sete Lagoas, comitiva internacional dos Estados Unidos e de países da América Latina. Continue lendo

Publicado em Notícias | Comentários desativados

Salário mínimo passará a ser de R$ 979 em 2018. Aumento de apenas R$ 42

A sanção foi publicada no Diário Oficial da União nesta quarta-feira (9)

O salário mínimo do ano de 2018 terá um aumento de 4,5%, chegando a R$ 979, contra os R$ 937 deste ano. O aumento foi aprovado na Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), sancionada por Michel Temer. A LDO define as metas e prioridades do governo para o ano seguinte.

A sanção foi publicada no Diário Oficial da União nesta quarta-feira (9). Os vetos dados por Temer foram justificados por ele porque os itens iam de “contrariedade ao interesse público e inconstitucionalidade”. Um dos vetos foi ao item que definia que o Executivo adotaria providências e medidas com o objetivo de reduzir os incentivos e benefícios de natureza tributária, financeira, creditícia ou patrimonial.

Outro ponto foi a previsão de que projetos de lei e medidas provisórias relacionadas ao aumento de gastos com pessoal e encargos sociais não poderiam ser usados para reajustes salariais que fossem posteriores ao término do mandato presidencial. Continue lendo

Publicado em Notícias | Comentários desativados

Em 2017 venda de máquinas segue em alta e cresce 17,2%

A venda de máquinas agrícolas e rodoviárias o Brasil é outro crescimento importante registrado pelo setor metalúrgico em 2017. No acumulado até esse momento, foi registrada uma alta de 17,2%, somando 25,3 mil máquinas vendidas até o momento. Destes 25,3 mil, mais de 21 mil foram tratores de rodas.

Leia abaixo a matéria do site Automotive Business sobre o assunto:

Máquinas mantêm bom momento, com alta de 17,2%

Vendas no acumulado de janeiro a julho superaram 25 mil unidades

A venda de máquinas agrícolas e rodoviárias no acumulado do ano somou 25,3 mil unidades e alta de 17,2% ante o mesmo período de 2016. “Esse total ainda está um pouco longe das 33 mil máquinas registradas em anos recentes para esse período, mas tudo indica que estamos no caminho”, afirma Antonio Megale, presidente da Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea).

Somente os tratores de rodas foram 21,5 mil, um aumento de 21%. A maior alta, de 39,7%, ocorreu para os modelos de 81 e 130 cavalos: “Esse acréscimo pode ter sido motivado tanto por agricultores familiares como por grandes grupos”, afirma o vice-presidente da Anfavea, Aurélio Santana.

As máquinas de construção ainda registram queda, mas menos acentuada que no primeiro semestre. Como exemplo, no acumulado até abril o recuo em tratores de esteiras era de 16,4% e o de retroescavadeiras, de 24,7%.

Agora, no acumulado até julho, a retração baixou para 7,6% nos modelos de esteiras e para 11,6% nas retroescavadeiras. Essa tendência de reversão da queda ou ao menos um empate com 2016 é confirmada pela produção em alta dessas máquinas no acumulado até julho. Continue lendo

Publicado em Notícias | Comentários desativados

Exportação de veículos cresce 55,3% em 2017 no Brasil

De janeiro a junho deste ano foram vendidos 439,5 mil carros fabricados no Brasil para o mercado internacional, número 55,3% maior do que no ano passado. A Argentina segue como principal comprador dos veículos, seguida por México, Chile, Uruguai e Colômbia. Esse ano também foram vendidos caminhões para a África do Sul e para a Rússia.

Os dados sobre a exportação de veículos são da Anfavea e foram divulgados pelo site Automotive Business. Leia a seguir a matéria na íntegra:

Exportação de veículos atinge volume histórico até julho

Montadoras já venderam 439,5 mil veículos brasileiros em outros mercados

Em tempo de crise, as exportações de veículos seguem como principal ferramenta para garantir impulso à indústria automotiva local. De janeiro a julho foram vendidos no mercado internacional 439,5 mil carros feitos no Brasil, com importante aumento de 55,3% na comparação com o resultado registrado há um ano. “É o maior volume histórico para o período, acima do patamar de 2005, que era o melhor até então”, observa Antonio Megale, presidente da Anfavea, associação dos fabricantes do setor, que anunciou os resultados da indústria na sexta-feira, 4.

O líder da entidade acredita que, neste ritmo, 2017 tende a terminar como ano recorde. A estimativa é chegar a 705 mil veículos exportados, com expansão de 35,6%. Somente em julho foram entregues 65,7 mil unidades em outros mercados, com alta de 42,5% sobre o mesmo mês do ano passado, mas retração de 2,4% na comparação junho. Para a Anfavea, a queda é pouco significativa e não indica uma reversão do crescimento. “A tendência é positiva”, avalia Megale. Continue lendo

Publicado em Notícias | Comentários desativados

A resistência pra valer começa agora

Por João Guilherme Vargas Netto*

“Por diversas razões somente hoje posso escrever sobre a grande reunião nacional dos metalúrgicos que aconteceu em São Paulo, no dia 4 de agosto, a convite de Miguel Torres, que foi o anfitrião.

Reuniram-se 40 representantes de cinco centrais sindicais e de confederações, federações e sindicatos do setor com a pauta da resistência à deforma trabalhista.

Uma reunião de quem tem apito na boca e cujos nomes mereciam ser escritos aqui. Em clima fraterno de resistência unitária (o mesmo clima que testemunhei na reunião ampliada da direção do sindicato dos metalúrgicos de Curitiba, dois dias depois) deu o tom, com as intervenções, propostas e decisões apontando o rumo consequente das tarefas a serem cumpridas.

Ficou determinada a organização de uma coordenação de comunicação capaz de unificar e dar coerência aos materiais de agitação e às campanhas.

A grande preocupação dos dirigentes foi a de estarem juntos às bases representadas, atuando para orientá-las, mobilizá-las e uni-las na luta comum, apesar das dificuldades momentâneas.

Houve também a preocupação de enfrentar as novas investidas do governo e do Congresso para fazer a deforma previdenciária.

Como ficou demonstrado nas três grandes datas de luta do primeiro semestre (o 15 de março, o 28 de abril e o 24 de maio) a resistência à deforma previdenciária é unânime entre os trabalhadores e os leva à indignação e à luta.

O pacto produtivista, contra a desindustrialização, também é uma preocupação permanente. Mas a principal preocupação imediata foi a de unificar e reforçar as campanhas salariais dos metalúrgicos, escalonadas durante o segundo semestre.

A previsão é a de que o patronato, excitado pela aprovação da lei da deforma trabalhista, queira aplicá-la como parâmetro, desde já, nas negociações.

Embora não haja, de imediato, a condição para uma unificação orgânica das diversas companhas, firmou-se unanimemente a determinação de conduzi-las da maneira mais unitária possível, com ajuda mútua e acolhimento das melhores conquistas, resistindo ao desmanche das convenções coletivas atuais e valorizando as cláusulas que exigem negociações coletivas.

Os metalúrgicos fixaram novas datas para as reuniões futuras e planejam, auxiliados pelo Dieese e pelo Diap, realizar em setembro uma plenária nacional capaz de garantir maior unidade, força e eficácia à luta comum dos trabalhadores”.

*João Guilherme é consultor de entidades sindicais

Publicado em Notícias | Comentários desativados

Metalúrgicos da Volvo aprovam pauta de reivindicação e início da campanha salarial

Metalúrgicos e metalúrgicas da Volvo aprovaram hoje (8) pela manhã, em assembleia realizada na porta de fábrica, a pauta de reivindicação e abertura da campanha salarial 2017/2018.

A pauta aprovada pela grande maioria dos trabalhadores é formada principalmente por três itens:

  1. Não aplicação da Reforma Trabalhista a partir de 10 de novembro de 2017.

  2. Terceirizados das atividades-fim da empresa passam a fazer parte das negociações, ou de negociações específicas, do Sindicato dos Metalúrgicos.

  3. Reposição da INPC (inflação acumulada) dos últimos 24 meses com correção nos demais itens econômicos.

Sérgio Butka, presidente do SMC e da Fetim, destaca também que nesse momento “o trabalhador precisa ficar atento porque o governo ainda não terminou a Reforma Trabalhista. Ele está ainda no meio do projeto do Capital estrangeiro. Esse foi o primeiro passo. Outras mudanças poderão acabar de vez com a representação dos trabalhadores nas negociações coletivas e precisamos fazer o embate a isso.

Durante a manhã os dirigentes do Sindicato ainda explicaram pontos da Reforma Trabalhista que devem afetar diretamente a vida do metalúrgico de Curitiba. Itens como banco de horas, férias, negociações individuais e muitas outras mudanças foram debatidos pelos representantes.

Publicado em Notícias | Comentários desativados

Nova diretoria do Sindicato dos Metalúrgicos de Pato Branco toma posse

A nova diretoria do Sindicato dos Metalúrgicos de Pato Branco, filiado à Força Paraná e a Fetim, tomou posse na noite desta sexta-feira (3) e ficará no comando pelos próximos 4 anos. A nova diretoria foi eleita nos dias 17 e 18 de maio e assumiu nesta sexta já no cenário com a Reforma Trabalhista aprovada.

E é esse cenário de Reforma que o presidente eleito Ari Martins vê como sendo o maior desafio dessa diretoria.

Presidente Ari

“Vai ser um desafio dobrado, porque isso que foi feito não foi Reforma, foi retrocesso. Mas nosso grande objetivo é tentar conseguir o melhor para o trabalhador mesmo com a Reforma. Isso já é algo que a gente sempre tem que fazer, mas digo que é o grande objetivo porque é agora que o trabalhador mais vai precisar do Sindicato e a gente vai mostrar que o Sindicato consegue proteger esse metalúrgico”, explica Ari. Continue lendo

Publicado em Notícias | Comentários desativados

Metalúrgicos brasileiros estão nos EUA para acompanhar o processo de sindicalização dos trabalhadores Nissan

Dirigentes metalúrgicos da base metalúrgica da CNTM (Confederação Nacional dos Trabalhadores Metalúrgicos) estão em Canton, Mississipi, nos Estados Unidos, em apoio à luta dos metalúrgicos da Nissan pelo direito de sindicalização ao UAW- United Auto Workers (Sindicato dos Metalúrgicos dos Estados Unidos).

Haverá eleições na Nissan na quinta, 3 de agosto, e na sexta, 4 de agosto. O voto SIM é pelo direito de sindicalização ao UAW.

“Estamos solidários à luta dos companheiros da Nissan e prontos para colaborar com novas ações que possam quebrar esta injusta resistência patronal e garantir o direito de sindicalização. A luta é global! Força companheiros!”, diz Miguel Torres, presidente da CNTM e do Sindicato dos Metalúrgicos de São Paulo/Mogi das Cruzes e vice-presidente da Força Sindical.

A mobilização conta com as presenças do ator e ativista Danny Glover, da vice-presidente da CNTM, Mônica Veloso (Osasco), do secretário de finanças da CNTM, Carlos Albino(Catalão) e dos dirigentes metalúrgicos Paulo Pissinini (Grande Curitiba) e Reginaldo José de Faria (Anápolis) e Rafael Guerra (UAW).

Paulo Pissinini (dirigente do SMC, filiado à Fetim) e o ator e ativista Danny Glover

“A CNTM trás uma forte mensagem de solidariedade e apoio a UAW e aos trabalhadores e trabalhadoras da Nissan. Sob forte ataque de pressão, a empresa desrespeita o direito de organização e de sindicalização. E práticas como estas devem ser combatidas e denunciadas. Vencer esta luta aqui significa uma conquista para a luta sindical internacional”, diz Mônica Veloso.

Danny Glover teceu críticas ao governo Temer por defender apenas os interesses empresariais, ao contrário do período Lula, quando “milhões de pessoas saíram da linha da miséria, os trabalhadores eram defendidos e os direitos eram respeitados”.

Publicado em Notícias | Comentários desativados

Sindicato dos Metalúrgicos de Londrina realiza simpósio para debater a reforma trabalhista

No ultimo sábado, dia 29, o Sindicato dos Metalúrgicos de Londrina, realizou um simpósio para debater com a categoria a famigerada reforma trabalhista, recentemente aprovada no Congresso Nacional.

Diretores do Sindicato esclareceram para os trabalhadores sobre os principais pontos da reforma.

Entre as mudanças aprovadas por 50 senadores estão a possibilidade de terceirização de qualquer atividade da empresa; a permissão para o jornadas de até 12 horas; possibilidade de redução do horário do almoço para apenas meia hora; e o negociado acima da lei, ou seja, os acordos feitos entre o trabalhador e o empregado valendo mais do que a CLT.

Publicado em Notícias | Comentários desativados

Renault vai abrir nova fábrica em São José dos Pinhais

A Renault do Brasil vai investir R$ 750 milhões na ampliação da fábrica de motores e na construção de uma nova unidade no complexo de São José dos Pinhais (PR). Essa nova fábrica deve iniciar a operação em janeiro e também vai produzir veículos leves. Além disso, outros 600 funcionários serão contratados para aumentar a equipe do terceiro turno.

Confira a matéria completa sobre a ampliação:

Renault investe R$ 750 milhões e terá nova unidade no Paraná

Grupo também iniciou a contratação de 600 funcionários para ampliar a equipe do terceiro turno da fábrica

A Renault do Brasil vai investir R$ 750 milhões na ampliação da fábrica de motores e na construção de uma nova unidade no complexo de São José dos Pinhais (PR). Será a quarta fábrica do grupo no local, onde também são produzidos automóveis e comerciais leves.

Paralelamente, a empresa está contratando cerca de 600 funcionários para operar no terceiro turno de produção, iniciado há três meses, quando 700 vagas foram abertas. Hoje, o complexo emprega 6,3 mil pessoas. Continue lendo

Publicado em Notícias | Comentários desativados