Brasil Metalúrgico fará um 14 de setembro contra o fim dos direitos

O movimento Brasil Metalúrgico, que reúne sindicatos, federações e confederações dos trabalhadores da indústria, incluindo os Metalúrgicos da Grande Curitiba, tem mobilizado a classe trabalhadora para o 14 de Setembro, Dia Nacional de Luta, Protestos e Greves contra o fim dos direitos sociais, trabalhistas e previdenciários da classe trabalhadora.

Neste dia, que cai numa quinta-feira, teremos mais assembleias e manifestações nas portas de fábrica e atos unificados nos Estados. Ações conjuntas serão marcadas no Paraná, em São Paulo, na Bahia, em Minas Gerais, no Rio de Janeiro e no Rio Grande do Sul.

“Nesse dia, os metalúrgicos da Grande Curitiba vão mostrar que estão unidos contra o fim dos nossos direitos. Vamos seguir na luta principalmente para barrar a Reforma da Previdência e seguir na busca para reverter a Reforma Trabalhista”, explica Sérgio Butka, presidente do SMC, da Força Sindical Paraná e da Federação dos Metalúrgicos do Paraná.

Bandeiras de lutas prioritárias:

• contra o fim dos direitos sociais e trabalhistas

• em defesa das conquistas nas Convenções Coletivas

• contra o desmonte da Previdência Pública Continue lendo

Publicado em Notícias | Comentários desativados

Exportações fazem produção de caminhões crescer após 3 anos

Depois de três anos seguidos de queda na produção, a indústria de caminhões começa a dar sinais de recuperação, puxada pelo crescimento das exportações.

No primeiro semestre de 2017 foram fabricados 43.223 caminhões no Brasil, o que significa um aumento de 22,4% na comparação com o mesmo período de 2016, quando saíram das linhas de produção 36.326 unidades.

Dessas unidades fabricadas, são as exportações que estão garantindo essa alta, já que a comercialização de caminhões no mercado interno teve queda de 14,1%. Já as vendas para o exterior subiram 47,4%.

Confira também a matéria sobre o assunto publicada pela Folha de São Paulo: Continue lendo

Publicado em Notícias | Comentários desativados

Venda de veículos em agosto é a maior em 20 meses

Em agosto, a indústria de automóveis brasileira registrou o melhor resultado em vendas dos últimos 20 meses, segundo resultado da Fenabrave. Ao todo, foram vendidos 216,5 mil automóveis, comerciais leves, caminhões e ônibus. O melhor resultado anterior tinha sido em dezembro de 2015, com 227,8 mil unidades. Essa também foi a primeira vez que a venda de veículos passa de 200 mil unidades.

O desempenho de agosto é 17,7% superior ao de igual mês do ano passado e 17,1% melhor que o de julho. No acumulado do ano, as vendas totais já somam 1,42 milhão de veículos, 5,3% a mais em relação ao período de janeiro a julho de 2016.

Fonte: Estadão

Publicado em Notícias | Comentários desativados

Desemprego cai para 12,8% em julho e atinge 13,3 milhões, diz IBGE

De acordo com os dados divulgados pela pesquisa Pnad Contínua, do IBGE, nesta quinta-feira (30), o Brasil ainda tem 13,3 milhões de desempregados. Isso significa que a taxa de desemprego registrada no trimestre encerrado em julho é de 12,8%, uma queda 5,1% comparada ao trimestre anterior.

Segundo o IBGE, mais de 1,4 milhão de brasileiros saíram da fila do desemprego, fazendo o número de empregados atingir os 90,7 milhões de pessoas.

O rendimento médio real habitual (R$ 2.106) ficou praticamente o mesmo quando comparado ao trimestre passado (R$ 2.111) e também ao mesmo período de 2016 (R$ 2.045).

Fonte: IBGE, G1 e R7

Publicado em Notícias | Comentários desativados

Banimento do amianto no Brasil tem vitória histórica no STF

O Supremo Tribunal Federal (STF), instância máxima da justiça brasileira, decidiu na última quinta-feira (24), que a extração, industrialização, utilização e comercialização de todas as formas de amianto, inclusive o crisotila (amianto branco), violam a Constituição Federal brasileira e não devem prosseguir.

O julgamento foi dividido em duas partes. Na primeira parte, a votação foi sobre a lei federal, que permite o uso da substância em todo o Brasil. Nesse caso, cinco ministros votaram e decidiram que a lei viola a Constituição, mas os votos não foram suficientes para derrubar a lei, pois a Constituição exige pelo menos 6 votos dos 11 ministros.

Já na segunda parte, foi feito o julgamento do caso de São Paulo, que tem uma lei própria que proíbe o uso do amianto em todo o estado. Nesse caso, 8 dos ministros autorizaram a lei estadual, que acabou por derrubar de vez a lei federal.

Após o julgamento, a presidente do STF, ministra Cármen Lúcia, esclareceu, por meio da sua assessoria de imprensa, que a decisão tomada efetivamente derrubou a autorização do uso do amianto crisotila em todo o território nacional. Durante o julgamento, a presidente do Supremo lembrou que o amianto compromete o futuro das próximas gerações e defendeu seu banimento: “Pelo princípio da precaução, em caso de meio ambiente, na dúvida se deve vedar”, disse a magistrada.

Para o ministro Celso de Mello, decano do Tribunal, o emprego desse tipo de amianto está inteiramente vedado no país: “O STF, ao declarar a inconstitucionalidade dessa norma que permitia o amianto crisotila, por maioria absoluta, extirpou do universo jurídico nacional uma regra que permitia, ainda que mediante uso controlado, o emprego do amianto. O emprego do amianto tipo crisotila agora está vedado”, declarou.

Em nota, a Associação Brasileira dos Expostos ao Amianto (ABREA) considerou que agora se tem ”uma definição jurídica clara no sentido do banimento de todos os tipos de amianto no território nacional.”

Dr. Zhuher Handar, médico do trabalho, ex-presidente da Associação Nacional de Medicina do Trabalho (Anamt) e assessor do SMC, elaborou um documento com tudo o é preciso saber sobre o julgamento que baniu o amianto de todo o território nacional.

Publicado em Notícias | Comentários desativados

STF suspende mais uma vez julgamento sobre banimento do amianto

Mais uma vez o Supremo Tribunal Federal (STF) suspendeu o julgamento sobre o banimento do amianto crisotila em todo o Brasil. Na semana passada, o Tribunal já tinha começado a discussão sobre o assunto, deixando a votação para essa quinta-feira (17). Mas a segunda rodada da discussão acabou tendo apenas o voto da ministra Rosa Weber, que defendeu a vida do trabalhador e por isso votou a favor do banimento do amianto. A posição dos outros ministros sobre o assunto só deve ser conhecida na quarta-feira (23).

O assunto é importante de ser acompanhado pelos trabalhadores, pois afeta diretamente na vida dos milhares de brasileiros expostos ao amianto. A substância causa cerca de 100 mil mortes por ano em todo o Brasil. O julgamento dos ministros vai decidir se ele será ou não proibido em todo o território nacional, podendo salvar milhares de vidas todos os anos.

Confira a matéria da Agência Brasil sobre o adiamento:

Com apenas um voto favorável, STF suspende julgamento que proíbe uso do amianto

O Supremo Tribunal Federal (STF) suspendeu hoje (17) o julgamento sobre a validade de leis estaduais de Pernambuco, São Paulo e Rio Grande do Sul que proíbem uso do amianto, material usado na fabricação de telhas e caixas d’água. Somente o voto da ministra Rosa Weber, a favor do banimento do material, foi proferido. A sessão será retomada na próxima quarta-feira (23) com votos dos demais ministros. Continue lendo

Publicado em Notícias | Comentários desativados

Metalúrgicos unidos farão Dia Nacional de Lutas e Plenária do Setor Industrial contra o fim dos direitos

Entidades sindicais metalúrgicas de todo o Brasil, que representam cerca de 2 milhões de trabalhadores do setor, decidiram unificar a luta da categoria contra as reformas do governo Temer e de seus aliados no Congresso Nacional e no mercado financeiro.

Objetivos desta Mobilização Metalúrgica:

  1. impedir a aplicação da reforma trabalhista nas fábricas.
  2. evitar a aprovação da reforma da Previdência.
  3. apoiar de forma unificada as campanhas salariais deste semestre, garantindo nas Convenções Coletivas os direitos retirados pela reforma trabalhista, fortalecendo o papel do Sindicato como o principal instrumento de lutas dos trabalhadores e barrando os retrocessos.
  4. intensificar as campanhas de sindicalização, incentivando a participação de mais companheiros e companheiras nas lutas do Sindicato.

“Lutaremos também pelo acordo coletivo nacional, que garanta piso salarial e direitos mínimos a todos os metalúrgicos brasileiros, vamos nos unir a outros setores progressistas do País pela retomada do desenvolvimento econômico e fazer com que a nossa proposta de Renovação da Frota de Veículos seja colocada em prática para gerar empregos e enfrentar a recessão”, diz Miguel Torres, presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de São Paulo/Mogi das Cruzes e da Confederação Nacional dos Trabalhadores Metalúrgicos (CNTM) e vice-presidente da Força Sindical.

Calendário de ações da Mobilização Metalúrgica:

  • 21 de agosto, segunda-feira – lançamento oficial do movimento de Mobilização Metalúrgica
  • 22 de agosto, terça-feira – reunião ampliada com representantes metalúrgicos e de outras categorias da indústria nacional
  • 28 a 31 de agosto – semana do “esquenta – assembleias de mobilização” nas portas de fábrica com distribuição do informativo “Brasil Metalúrgico”
  • 14 de setembro, quinta-feira – Dia Nacional de Lutas, Manifestações, Protestos e Greves
  • 29 de setembro, sexta-feira – Plenária Nacional de Metalúrgicos e de outras categorias do setor industrial

A Mobilização envolve representantes da:

CNTM/Força Sindical
CNM/CUT
FEM/CUT
Federação Democrática dos Metalúrgicos de Minas Gerais
FEMETALMINAS, Metalúrgicos da UGT
FITMETAL/CTB
Intersindical
CSP-Conlutas

Publicado em Notícias | Comentários desativados

Taxa de desemprego cai no segundo trimestre, diz IBGE

A taxa de desemprego caiu 0,7% quando comparada ao primeiro trimestre do ano, chegando a 13%. Em números absolutos, isso significa que o Brasil ainda tem cerca de 13,4 milhões de pessoas desempregadas. Os dados são do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) e fazem parte da Pnad Contínua (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua).

A queda é um número importante para o mercado de trabalho no país, já que primeiro trimestre de 2017 foi quando o desemprego atingiu um recorde histórico, 13,7%. Mas ainda assim o índice é alto, já que está longe de atingir o ideal. Por exemplo, essa taxa ainda é bem maior quando comparada com a do mesmo período no ano passado, que é de 11,3%.

Sul do Brasil

No sul do país a queda da taxa de desemprego também foi de 0,7%, mas passou de 9,3% para 8,4%, atingindo o índice mais baixo do Brasil.

Ocupação

A população ocupada no segundo trimestre de 2017 foi estimada em 90,2 milhões de pessoas. Entre os trabalhadores do setor privado, 75,8% tinham carteira assinada.

No período, o rendimento médio real dos  brasileiros se manteve estável em R$ 2.104.

Publicado em Notícias | Comentários desativados

Banimento do amianto será votado nesta quinta-feira (17) no STF

Os ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) retomam na tarde desta quinta-feira (17) o julgamento que deve decidir pelo banimento definitivo ou não do amianto crisotila em todo o Brasil. O julgamento começou na semana passada, mas foi interrompido e retorna hoje para a ordem do dia no STF. O caso é de extrema importância para os brasileiros e merece toda a atenção dos trabalhadores, já que afeta diretamente a saúde e a vida de quem está exposto a essa substância.

O amianto crisotila é uma substância que causa graves problemas pulmonares aos trabalhadores expostos e está fortemente ligada ao surgimento de câncer de pulmão. Os dados da Organização Internacional do Trabalho (OIT) mostram que mais de 400 mil pessoas morrem por ano no mundo vítimas da exposição a essa substância. Só no Brasil são mais de 100 mil trabalhadores mortos todos os anos vítimas do amianto. Por isso o banimento se trata de uma questão de saúde pública.

A ação pedindo o banimento do amianto crisotila foi aberta pela Associação Nacional dos Magistrados da Justiça do Trabalho (Anamatra) e pela Associação Nacional do Procuradores do Trabalho (ANPT). Ela também conta com o apoio da Associação Brasileira de Saúde do Trabalhador e da Trabalhadora (ABRASTT), Associação Brasileira dos Expostos ao Amianto (Abrea) e da Associação Nacional de Medicina do Trabalho (Anamt) que escreveram uma carta aberta aos ministros do STF pedindo pelo banimento da substância. Além de seguir o mesmo posicionamento da Organização Mundial da Saúde (OMS), da Organização Internacional do Trabalho (OIT), da Agência Internacional de Pesquisa sobre o Câncer (IARC). Continue lendo

Publicado em Notícias | Comentários desativados

Palavra do presidente: No dia 14 de setembro os metalúrgicos vão parar o Brasil

Por Sérgio Butka*

Não dá mais para ficar só vendo o governo tirar nossos direitos e não fazer nada. E é por isso que mais uma vez, no dia 14 de setembro, nós metalúrgicos vamos PARAR O BRASIL! Será esse o dia Nacional de Lutas, Protestos e Greves, iniciado pelos metalúrgicos de todo o país, mas que mais uma vez pede a união de todos os trabalhadores brasileiros. É nosso dever impedir ainda mais desmontes dos direitos básicos da população! Vamos lutar pela nossa Aposentadoria e contra essas maracutaias da Reforma Política que esses corruptos estão fazendo.

O cenário para o trabalhador é cada vez mais complicado, e por isso nós precisamos agir o quanto antes. Já nos empurraram a Reforma Trabalhista, que tirou nossa proteção e diminuiu nossos direitos. Agora querem “ligar o trator” novamente e aprovar a Reforma Política. Reforma essa que vai liberar R$ 3,6 bilhões de dinheiro público para financiar partidos e campanhas políticas ou abrir as portas das doações de empresas privadas, que como a gente já viu, é a maior fonte de corrupção do país. Essa mesma Reforma ainda aprova o “distritão”, um sistema de votação que no final só elege os velhos coronéis de sempre.

Pior do que a Reforma Política é a Reforma da Previdência que está quase em votação. Ela vai acabar de vez com a nossa Aposentadoria e condenar o brasileiro a trabalhar até morrer. Isso tudo com a desculpa de que existe um rombo nas contas causado pela nossa Aposentadoria, mas que já foi provado ser falso. O que existe é uma dívida de bancos e grandes empresas, mas que o governo se nega a cobrar, porque foi financiado por eles e tem o rabo preso. Por isso não podemos deixar que eles forcem a gente a pagar essa conta.

Já chega de ficar calado pra essa lambança toda no Congresso! Nós metalúrgicos vamos liderar esse dia de paralisação e de lutas e precisamos do Brasil do nosso lado! O movimento sindical e a população precisam estar ainda mais unidos nesse momento, porque Michel Temer e sua quadrilha já mostraram que estão juntos para acabar com nossos direitos. E não podemos deixar.

Então vamos pra luta! Dia 14 de setembro os trabalhadores brasileiros estarão nas ruas contra o fim da Aposentadoria e por nenhum direito a menos!

*Sérgio Butka é presidente do Sindicato dos Metalúrgicos da Grande Curitiba, da Federação dos Metalúrgicos do Paraná (Fetim) e da Força Sindical do Paraná.

Publicado em Notícias | Comentários desativados